fbpx

Compras de Mercadorias Importadas: Saiba como Reduzir os Preços

Entenda como é possível reduzir os preços de compra de seus produtos e aumentar o estoque da sua empresa utilizando a Sistemática de Importação de Alagoas.
Entre para nossa lista e receba conteúdos exclusivos e com prioridade

Sumário

O comércio é atividade, que embora lucrativa, demanda bastante do empreendedor, já que este precisa estar sempre atento ao mercado. Um setor que sente principalmente essa necessidade é aquele que cuida das compras de mercadorias ou insumos para a produção do produto final ou venda.

Nesse sentido, para conquistar clientes cada vez mais exigentes, as empresas percebem a necessidade de apresentar um diferencial em seus produtos perante os dos concorrentes, seja no preço ou na qualidade ou em algum fator que consiga atrair clientes.

De outra forma, nem sempre o mercado nacional consegue suprir esse diferencial de produtos tão almejado, estando muitas vezes já saturado, no caso, muitos clientes encontram um mercado homogêneo, que oferece os mesmos produtos, com uma pequena diferença no preço, não proporcionando nada novo ao consumidor.

Tendo em vista isso, uma saída para os empreendedores é buscar no mercado externo soluções para suas demandas, passando a utilizar a importação para agradar esses consumidores já conhecidos e alcançar novos clientes, com isso a empresa tende a crescer e expandir ainda mais.

Por outro lado, ainda tem-se muito medo quando se trata da importação, sempre os importadores são lembrados que não é fácil ser uma empresa importadora no país, tendo em vista que burocracia e a carga tributária não são convidativas, por isso é de suma importância estar preparado para estas dificuldades.

Sendo assim, neste texto, mostraremos de forma clara como sua empresa poderá conseguir destaque no mercado nacional, superando todos os obstáculos da importação que são levantados, conseguindo de forma segura reduzir custos e alcançar o sucesso do seu negócio utilizando o Benefício Fiscal de Alagoas. Continue a leitura e saiba mais! 

Vantagens da importação  

Sabemos que o momento atual, com muitos incentivos tributários, é favorável às importações, apesar disso, ainda é uma operação que desestimula muitos empresários que pensam em iniciar a operação.

Isso ocorre porque o processo de importação é visto como custoso, demorado e bastante burocrático. A excessiva burocracia e as altas cargas tributárias afastam os empreendedores.

Na verdade, a boa notícia é que um planejamento tributário já é suficiente para reduzir boa parte dos ônus da operação imaginados pela maioria das pessoas e ao mesmo tempo proporcionar segurança para a empresa.

Além disso, a boa escolha de parceiros comerciais e ter ao seu lado uma empresa que auxilie em todo o processo será fundamental para evitar todos os riscos e garantir o sucesso da operação.

Nós da XPOENTS iremos te mostrar adiante uma ferramenta que você pode utilizar para diminuir boa parte dos custos totais da operação. Assim, após a minimização ou corte desses custos, a importação pode ser realizada de forma inteligente, de modo a proporcionar maior competitividade valendo de artifícios e benefícios previstos em lei.

Antes de apresentar como conseguir essa redução, iremos entender mais sobre o setor de compras da empresa.

Compras: Conheça mais sobre o setor

O setor de compras é o responsável pelas operações de aquisição de mercadorias, dessa forma, analisa, seleciona e acompanha todo o processo de compra de mercadorias para a empresa.

Não se trata somente do produto final, já que é uma atividade importante também nas indústrias, as quais necessitam adquirir insumos e matérias primas para a produção.

Algumas empresas podem realizar essa função por meio de um departamento de compras mesmo, já outras podem executar através de outro setor, a exemplo do comercial. 

Dentre as atribuições que realiza a parte responsável pelas compras, podemos destacar:

  • Seleção e cadastro de fornecedores;
  • Qualificação de fornecedores;
  • Análise da qualidade, preço, tempo de entrega, assistência dos fornecedores;
  • Fazer cotações e orçamentos;
  • Negociação com fornecedores; 
  • Assinatura de contratos;
  • Recebimento do pedido.

Esse setor pode garantir para a empresa o melhor controle de orçamento, da mesma maneira, escolhendo o fornecedor certo evita gastos desnecessários e pode aumentar a margem de lucro da empresa.

Compreendendo essa importância, é importante lembrar que o setor precisa conhecer as características do produto que está sendo adquirido e manter boas condições de negociação. 

Custos na Compra de Mercadoria

Devido a isso, no caso da importação, apesar de ser mais vantajosa para a empresa, no entanto, exige uma maior atenção deste departamento de compras.

Assim, na compra da mercadoria estrangeira são diversos os fatores que influenciam nos preços, inclusive variantes internacionais, como o preço de moeda estrangeira, cenário econômico externo e até mesmo a relações políticas entre os países.

Outros custos são relativos à produção, quando o empreendedor decide realizar a compra até a primeira fase, que é o transporte da mercadoria, seu armazenamento, divulgação do produto e seu destino final. 

Além disso, os principais custos que impactam na importação são realmente os impostos e as taxas. Os principais impostos que incidem na importação são:

Imposto de Importação (II)

É o imposto da União que incide sobre a importação e deve ser pago por toda operação que uma mercadoria estrangeira chega no país. A cobrança desse imposto possui o intuito de proteger a economia nacional, evitando uma concorrência desleal, elevando o valor da mercadoria externa.

Imposto sobre Produtos Industrializados (IPI)

O Imposto sobre Produtos Industrializados é o imposto federal que incide sobre os produtos da indústria nacional ou na importação de produtos estrangeiros no desembaraço aduaneiro.

Contribuição para os Programas de Integração Social e de formação do Patrimônio do Servidor público (PIS/Pasep-Importação) e Contribuição social para o financiamento da seguridade social (Cofins-Importação)

São os impostos de competência federal que são pagos quando há a entrada de bens estrangeiros no território aduaneiro brasileiro. Essas contribuições são instituídas pela Lei 10.865, de 30/04/2004  com o objetivo de financiar programas sociais relacionados ao empregado.

ICMS

É o imposto fundamental importância para a arrecadação dos Estados e do Distrito Federal que incide sobre operações relativas à Circulação de Mercadorias e sobre prestações de Serviços que possuem fundamento constitucional, no artigo 155, II,  da Constituição Federal

Na importação esse tributo estadual tem como fato gerador da tributação a entrada da mercadoria no território nacional. Saiba mais sobre o ICMS Importação em: ICMS Importação: Saiba como Funciona a Tributação nas Operações (xpoents.com.br).

Nos custos são incluídas também as taxas para realizar a operação, como a exemplo da Taxa da Marinha Mercante e a Taxa de Utilização de Siscomex.

Portanto, sabendo que todos esses custos tornam a operação mais cara, entendemos que para ter competitividade e sustentabilidade é preciso possuir algum tipo de diferencial, principalmente, financeiro. 

Desse modo, para que o importador não seja sufocado com essa alta carga tributária e as outras despesas que decorrem da importação é indispensável reduzir os custos  nas operações. 

Com a redução dos custos totais da operação e do preço de compra do produto, é possível aumentar o poder de compra da sua empresa (estoque), como também do consumidor.

Bem como o menor gasto com a importação pode proporcionar lucratividade e a competitividade da sua empresa. Adotando uma estratégia eficiente de redução de custos haverá um ganho para o seu negócio e também para os clientes que poderão comprar um produto de melhor qualidade com um preço mais viável.

É nesse momento que possuir um meio legal e seguro de reduzir custos tributários é vital para a existência e o sucesso do negócio. No próximo tópico, vamos apontar a melhor forma de reduzir custos de importação com a compra de mercadorias das empresas importadoras.

 Descubra como Reduzir Custos: Adote um Benefício Fiscal

A alta carga tributária no Brasil nos leva a buscar caminhos para reduzir os custos, especialmente na importação. Por este motivo, os benefícios fiscais podem ser uma saída segura e eficaz para diminuir os gastos das suas operações.

Em suma, os benefícios fiscais podem ser descritos como um regime especial de tributação, que é criado e desenvolvido pela administração pública com o intuito de fomentar o crescimento de algum setor, atividade econômica ou região em particular, oferecendo determinadas vantagens.

Tem ainda a possibilidade de incentivar a produção de certos produtos que estão em falta em um determinado país em um período de tempo, a fim de reduzir os preços desses produtos.

A lógica da oferta dos benefícios fiscais é que, com as vantagens oferecidas, as empresas queiram ir para o Estado que esteja ofertando o referido benefício, gere emprego, ajude no crescimento de algum setor específico e o Estado se desenvolva economicamente. 

Todos esses incentivos estão previstos nos principais textos normativos do sistema jurídico brasileiro, assim, é encontrado na Constituição e no Código Tributário Nacional (CTN), além de também constar também em leis estaduais e decretos.

Dessa forma, determina a legislação constitucional que cabe à lei complementar regular a maneira como os benefícios fiscais serão utilizados, mediante deliberação dos Estados e Distrito Federal. 

Isso quer dizer que no caso específico da Importação, cada Estado possui liberdade para regular a forma que concederá tais benefícios, claro que, obedecendo os ditames da lei. 

Nesse sentido, a Lei Complementar nº 160, foi responsável por validar e regular os incentivos fiscais concedidos pelos entes federativos, permitindo que os Estados e DF deliberem, mediante convênio do CONFAZ, sobre a remissão dos créditos tributários.

Um dos benefícios que mais se destaca no âmbito tributário é o concedido pelo Estado de Alagoas, o Benefício Fiscal de Alagoas à importação. Conheça a seguir. 

Sistemática de Importação por Alagoas

Esse regime fiscal pode ser a melhor opção para sua empresa importadora, justo porque é uma maneira de conseguir vantagens econômicas de forma segura nas suas operações de importação.

A sistemática funciona através do instituto civil da compensação de dívida e tem fundamento na Lei Estadual nº 6.410/2003, que é regulamentada pelo Decreto 1.738/2003. Esses atos normativos tornaram possível o pagamento dos servidores por meio da cessão de crédito.

Esse é um procedimento administrativo, seguro e ágil, que possibilita a quitação do ICMS de forma imediata e integral. Para conseguir ter todo esse benefício para a sua empresa, o procedimento necessário é:

  1. A empresa entra em contato com a XPOENTS, uma parceria especializada que estará ao seu lado nas operações e tornará a operação mais segura, nós explicamos todas as informações necessárias sobre a importação e a Sistemática de Alagoas.
  2. A empresa importadora faz um contrato privado com o servidor público, credor do Estado, sendo possível que através da cessão de crédito a importadora possa assumir a posição de credor do Estado.
  3. Desse modo, a empresa que assumiu os créditos judiciais, antes devidos aos servidores, poderá quitar seus débitos tributários compensando com os créditos adquiridos.

A partir da redução do imposto, é possível adquirir um produto mais barato, isso pode proporcionar uma economia e maior lucratividade com a venda do produto, sendo uma maneira de ter um diferencial competitivo.

Como também pode oferecer um menor custo, pois a redução de custos pode facilitar a gestão da empresa e ter mais caixa disponível para investir em outra área da empresa ou até mesmo adquirir mais produtos.

Importando pelo estado de Alagoas, de forma geral, você pode alcançar uma redução de até 90% dos custos com ICMS, o que representa mais de 20% dos custos nas operações de importação. Isso faz com que o produto possa chegar ao importador com um preço muito baixo quando comparado ao valor de mercado.

Uma das principais vantagens da Sistemática Alagoana é que o ICMS que deveria ser pago na nota de entrada é diferido, isso é, ele não será pago na entrada da mercadoria, mas sim na saída da mesma a uma alíquota de 4% ou 12%. 

Isso significa que na prática não há o desembolso da empresa no momento da importação, mas somente na venda ou transferência interestadual. 

Além da vantagem demonstrada, acresce-se que o fato de que o desembaraço pode ocorrer em qualquer porto do país, não necessitando que a mercadoria entre no território de Alagoas de forma física. Isso pode auxiliar diminuindo também o valor pago com o frete no desembarque final da mercadoria.

Nesse caso, o importador concilia um produto de boa qualidade, ao mesmo tempo que oferece a mercadoria com um valor atrativo para os clientes. Utilizar o benefício então, pode ser uma ferramenta se você busca um destaque e crescimento para sua empresa.

Nós sempre falamos sobre a redução de custos e se alguma vez você já se perguntou como essa redução pode acontecer, nesse momento mostraremos através de cálculos como a adoção do Benefício Fiscal de Alagoas pode beneficiar a sua empresa, principalmente no setor de compras. 

Entenda a Redução de Custos

Agora, iremos mostrar em situações hipotéticas como a XPOENTS, através da sistemática de Alagoas, pode transformar os resultados da sua empresa, proporcionando a redução dos preços das mercadorias e outros custos que podem encarecer o produto.

Para melhor compreender como a XPOENTS pode auxiliar a diminuir os custos da sua empresa em relação a aquisição de mercadorias, reduzindo o custo com fretes e impostos, apresentaremos alguns cenários comerciais.

Imaginemos então uma operação que custará ao caixa da empresa  US$ 5.000.000,00 (cinco milhões dólares), equivalentes a 25.000.000,00 (vinte e cinco milhões de reais) para importar determinada quantidade de produto, supondo a cotação da moeda americana equivalente a R$ 5,00. Chamaremos esse primeiro exemplo de Cenário A.

Para facilitar a visualização trataremos do valor na moeda brasileira em reais. O custo de cada unidade equivale ao valor de R$ 523,38 (quinhentos e vinte e três reais e trinta e oito centavos), sendo compradas o total de 64.000 ( sessenta e quatro mil unidades). 

Acrescenta-se aos custos da operação ainda o valor do frete em US$ 10.000,00, na moeda brasileira correspondente a R$ 50.000,00 . Outro fator que pesa no momento de pagar a operação é o valor a ser pago com tributos que nesse caso totalizam R$ 12.902.893,98. 

Os tributos incidem na operação na seguinte porcentagem:

Tributo Alíquota
Imposto de Importação 14%
IPI 0% *
PIS 2,10%
COFINS 9,65%
Taxa Siscomex  
AFRMM 25%
ICMS (valor normal) 17%

* No exemplo, considerou-se um produto hipotético que não se inclui na categoria de imposto industrializado.

Além desses, há também custos operacionais que somam R$ 4.650,00, resultando no valor total da operação de R$ 37.957.543,98. De forma simples, esse será o valor total que a empresa deve pagar para importar sessenta e quatro mil unidades de uma mercadoria que custa R$ 523,38 a unidade.

Esse seria o valor normal pago em uma operação sem qualquer desconto tributário. 

É importante destacar que um dos fatores que mais torna essa operação onerosa é a carga tributária. Nesse sentido, contar com uma empresa como XPOENTS que é especialista na redução de custos e há anos trabalha no comércio exterior poderá ser bastante vantajoso.

Agora então passaremos para outra situação na qual a sua empresa passa a ter a XPOENTS, uma empresa especializada que estará ao seu lado nas operações proporcionando segurança e economia.

Saiba como Aumentar em aproximadamente 90% seus lucros, reduzindo os custos de aquisição de seus produtos

Nesse momento então, com a nossa empresa auxiliando, haverá a redução de preço na aquisição de mercadoria, sem diminuir o lucro do seu negócio. Vejamos.

Se antes no cenário A, sem forma alguma de diminuir os custos da operação, o valor totalizava R$ 37.957.543,98, deste valor mais de um terço somente correspondia ao pagamento com tributos.

Com a XPOENTS oferecendo todo o apoio necessário e utilizando toda experiência na redução tributária, esse cenário é modificado.

Dessa forma, adotando a sistemática de Alagoas nessa mesma operação de importação, haverá a redução em aproximadamente 20% do custo referente aos preços de compra de seus produtos (Cenário B).

Por meio da sistemática, a alíquota do ICMS que em uma operação normal seria equivalente a 17% da base de cálculo, com a parceria da nossa empresa seria reduzido em até 90%, assim, em uma operação a sua empresa deixaria de pagar os 17% para arcar com 1,6%.

Demonstrando isso em números, ainda no exemplo dessa operação, no caso da alíquota de 17%, o valor a ser pago corresponde a 6.451.991,98. Já com a redução do ICMS em até 90%, o valor equivalente ao imposto será 512.209, 79. 

Logo a diferença entre os custo sem a XPOENTS e com a XPOENTS é aproximadamente 5.939.780, isto quer dizer que contando com uma empresa especializada será possível economizar mais de cinco milhões somente em tributos.

À vista disso, com essa redução no ICMS, falando-se em termos totais, tem-se a redução de até 20% dos custos totais da operação. Dessa forma, a operação que antes custava R$ 37.952.893,98, agora passará a ser R$ 32.017.761,79.

O que acontece é que o importador com essa diminuição dos gastos, mantendo o mesmo preço de venda, terá um lucro maior, que é calculado pelo valor que ele arrecada com as vendas subtraído do valor que gasta para adquirir a mercadoria.

Assim, se a unidade da mercadoria era vendida a R$ 781,16 e com as sessenta e quatro mil unidades a empresa tinha um faturamento de R$ 49.994.109 e por conseguinte um lucro que totalizava R$ 14.998.233.

Considerando que agora a empresa gasta menos para a compra da mesma quantidade de mercadoria, a margem de lucro será ainda maior, alcançando o valor de R$ 26.509.325.

Reduza em aproximadamente 20% os preços de compra de seus produtos, sem perder a lucratividade e aumentando o estoque da empresa

A partir dessa redução nos custos totais com aquisição de mercadorias, poderá o importador, em outro cenário, manter o mesmo custo inicial e em contrapartida comprar mais produtos (Cenário C). 

Ou seja, com esses R$ 5.000.000 que o importador economiza com a redução de 20% do preço de compra, ele poderá destinar uma parte para comprar mais mercadorias em uma mesma operação de importação. 

Isso só traz vantagens para a sua empresa, uma vez que estará gastando menos para adquirir mais produtos, mantendo a lucratividade e a qualidade dos produtos.

Dessa forma, com a redução proporcionada ao contratar a XPOENTS, a sua empresa terá um maior estoque disponível, que poderá atender uma maior demanda de clientes.

Aumente seu faturamento em aproximadamente 10%, baixando os preços e tendo a possibilidade de aumentar seu estoque

Outro cenário possível para a empresa é conseguir o aumento dos lucros com a redução dos preços de vendas. Comprando a mercadoria mais barata, o importador poderá diminuir o preço de venda em 10% (Cenário D).

Essa diminuição de preço tornará o produto e o próprio preço mais competitivos ao mercado, que tendem a ser bastante atrativos aos consumidores.

Desse modo, pensa-se da seguinte maneira: um produto de boa qualidade e com um preço menor do que os encontrados em outras empresas será mais atrativo para os clientes, o que consequentemente deve gerar um número maior de vendas.

E, o maior volume de vendas, consequentemente levará ao aumento do faturamento da empresa. Esse maior volume de mercadorias, com um preço mais agradável e sendo menos custoso para a empresa pode aumentar em aproximadamente 30% seus lucros. 

Dessa forma, contando com uma parceria especializada no comércio exterior sua empresa passará a ter mais produtos no estoque, que serão vendidos no mercado com preços mais competitivos e além de tudo isso, esse cenário pode trazer um maior lucro para o caixa da empresa. 

Para demonstrar como isso pode acontecer, tomaremos como o valor de venda de R$ 781,16. Com a diminuição de 10%, o valor passará a ser de R$ 703,04. Realizando a operação entre o valor de venda (R$ 781,16) e a quantidade de mercadorias inicial (64.000)  encontraremos o resultado do faturamento total das vendas equivalente a R$ 49.994.240.

Devido a redução do preço em 20%, foi possível comprar mais produtos, com isso, imaginemos que o estoque foi aumentado para 77.279, ou seja, 13.279 unidades de mercadoria a mais com o mesmo custo utilizado para compra de 64.000 unidades no exemplo inicial (Cenário A).

Com a redução de 10%, apresentando um preço competitivo, o cálculo do novo faturamento será:

Preço unitário de venda: R$ 703,04 x 77.279 :Quantidade total de mercadoria, essa operação resultará em um valor de aproximadamente R$ 54.330.110. 

Comparando esse novo resultado com o anterior, a empresa passa a ter um faturamento 10% maior em relação ao inicial. Em razão disso, pode-se perceber quanta diferença faz adotar o benefício fiscal certo para a sua empresa.

A utilização correta, seguindo orientações precisas da XPOENTS, a empresa conseguirá reduzir os custos na compra da mercadoria, além disso, reduzir o preço de venda para tornar o produto mais competitivo, ultrapassando os seus concorrentes e devido a isso aumentar o faturamento e o lucro do negócio.

Vemos que é fácil e simples ter todas essa vantagens, é bom sempre lembrar que além dessas vantagens a empresa também estará em regularidade com os órgãos fiscais.

Saiba como Aumentar em aproximadamente 80% seus lucros, mantendo seus preços e aumentando o estoque da empresa 

Outro cenário para as empresas, ainda pode o importador escolher por manter o preço igual aos encontrados no mercado oferecido pelos concorrentes e ao mesmo tempo aumentar o estoque da empresa e conseguir uma margem de lucro ainda maior (Cenário E).

Utilizando a redução proporcionada pela Sistemática Alagoana, a empresa consegue o aumento do estoque como no cenário anterior (Cenário D) de 64.000 unidades para 77.249 unidades. 

Antes disso, na primeira situação que tratamos aqui, no cenário A, o que se tinha eram 64 mil unidades sendo vendidas ao preço unitário de R$ 781,16, resultando em um faturamento de R$ 49.994.109. Subtraindo deste valor o preço total dos custos (R$ 37.957.543,98), encontramos o resultado do lucro no valor de R$ 14.998.233.

Considerando um novo faturamento de 60.366.789 (77.249 x 781,16) e que o valor do custo da mercadoria equivale a 33.496.053. Logo, perceberemos que o lucro equivale a R$ 26.870.732. 

Em comparação ao resultado anterior, o aumento de faturamento proporcionado será aproximadamente 80% maior.

Na tabela a seguir, fazemos uma síntese do quais os benefícios que o importador poderá desfrutar, de acordo com o que ele planeja para o negócio:

Sendo assim, conforme demonstramos nos cenários anteriores, adotar o Benefício Fiscal de Alagoas pode ser imensamente vantajoso para as empresas, proporcionando uma maior economia na compra de mercadorias, o que consequentemente poderá ser utilizado para aumentar estoque, lucro ou faturamento.

Desse modo, para fazer a utilização do benefício, é essencial adotar um planejamento tributário e logístico que se adeque à realidade da sua empresa e limitações. 

Esse planejamento irá auxiliar na operação, conhecer a empresa e apontar o melhor caminho a ser percorrido, de modo a obter o máximo de redução de custos e de tempo.

Posto isso, são várias as vantagens para a importação utilizando o Benefício Fiscal de Alagoas, devendo-se observar os procedimentos técnicos necessários através de uma empresa especialista em Benefício Fiscal para garantir o sucesso e conquistar a liderança do mercado.

Sendo assim, o Benefício Fiscal de Alagoas é seguro e pode ser facilmente aplicável à sua operação, devendo ser bem planejada e executada, além disso, atua dentro das balizas jurídicas, reduzindo os riscos com à importação.

Nós da XPOENTS sabemos bem as dificuldades que todo importador enfrenta diariamente para manter preços competitivos no mercado. Trabalhamos há mais de 18 anos com o Benefício Fiscal de Alagoas e contamos com parceiros no Comércio Exterior que podem facilitar sua importação com segurança jurídica e redução de custos efetiva. Devemos então planejar bem os custos logísticos, operacionais e cambiais, buscando obter o melhor desenho de operação para você. 

Restaram dúvidas? Ficou interessado(a) em saber mais sobre o Benefício Fiscal de Alagoas para Redução de Custos nas Importações? Nós estamos aguardando seu contato para responder a todas as suas perguntas. Envie-nos um e-mail para contato@xpoents.com.br ou entre em contato através de nosso número: +55 82 3025.2408. E pelo WhatsApp: https://bit.ly/xpoents

WhatsApp
Facebook
Twitter
LinkedIn
Entre em contato conosco

Descubra como possuimos uma solução completa para a Gestão Tributária da sua empresa!

Sobre Cícero Costa
Cícero Costa é advogado tributarista, professor de direito tributário, especialista em direito tributário pelo Instituto Brasileiro de Estudos Tributários, com MBA em negociação e tributação internacional e palestrante. Sua atuação prática em mais de 15 anos de experiência fizeram de Cícero um dos maiores especialistas em precatórios e importação em Alagoas.