fbpx

Presidente do Senado vai sugerir a Bolsonaro zerar imposto de importação sobre ‘kit intubação’

Entre para nossa lista e receba conteúdos exclusivos e com prioridade

Presidente do Senado sugere zerar imposto de importação de kit intubação

O presidente do Senado, Rodrigo Pacheco (DEM-MG), aproveitará a reunião com o presidente Jair Bolsonaro, nesta quarta-feira, para sugerir que o Executivo zere o imposto de importação sobre medicamentos cruciais no tratamento de pacientes graves com covid-19, o chamado “kit intubação“. Trata-se de um conjunto de drogas que deve ser utilizado toda vez que o paciente precisa ser intubado e adaptado ao ventilador mecânico. Isso inclui medicamentos para controlar a dor, sedar e relaxar a musculatura.

Ministro do STF suspende alíquota zero para importação de armas
[Publicidade]

Médicos e entidades da saúde estão em alerta para uma possível crise de desabastecimento desses remédios em todas as regiões do país. Com o recrudescimento da pandemia, os estoques dessas drogas estão no fim e o governo federal passou a requisitar ajuda de laboratórios como forma de suprir a demanda. A ideia de zerar o imposto de importação surgiu a partir de conversas entre Pacheco e os empresários. A reunião sobre a crise da pandemia foi convocada pelo Palácio do Planalto, que avalia anunciar medidas de saúde em conjunto com os outros poderes.

LEIA TAMBÉM:

Outra demanda a ser levada ao presidente da República será, mais uma vez, a apresentação de um cronograma “factível” de vacinação. Na avaliação da cúpula do Congresso, o Ministério da Saúde não conseguiu cumprir os compromissos feitos nesse sentido. As sucessivas mudanças no cronograma estão irritando os parlamentares e uma cobrança sobre isso deve ser levada ao chefe do Executivo. Pacheco também quer que o governo avalie a abertura de novos leitos de UTI.

Ontem, empresários e banqueiros reuniram-se com os presidentes da Câmara, Arthur Lira (PP-AL), e do Senado, Rodrigo Pacheco, para discutirem como o setor privado pode ajudar o governo na coordenação da distribuição de vacinas. O encontro foi na casa do Washington Cinel, dono da empresa de segurança Gocil, e contou com a presença do fundador do BTG Pactual, André Esteves, e do presidente do conselho de administração do Bradesco, Luiz Carlos Trabuco Cappi.

Executivos de empresas, como Ambev, e donos de farmacêuticas, como Carlos Sanchez (EMS), também estiveram presentes. O empresário Abilio Diniz, acionista do Carrefour, e Flávio Rocha, dono da Riachuelo, participaram do jantar à distância, por Zoom. Lira e Pacheco estiveram em São Paulo ontem e participaram de diversas reuniões com o setor privado. Na agenda, a prioridade foi discutir a crise de saúde e ouvir dos empresários como eles poderiam ajudar nessa pauta, sobretudo em relação a vacinas. “A ordem das Casas é tocar a agenda de saúde – é mais prioritário que a agenda econômica”, disse um dos empresários que estiveram presentes.

 

Fonte: Valor Econômico

LEIA TAMBÉM:

Presidente do Senado sugere zerar imposto de importação de kit intubação

 

Presidente do Senado sugere zerar imposto

WhatsApp
Facebook
Twitter
LinkedIn

LEIA TAMBÉM:

Fale com um de nossos consultores

Descubra como possuimos uma solução completa para a Gestão Tributária da sua empresa!

Sobre Cícero Costa
Cícero Costa é advogado tributarista, professor de direito tributário, especialista em direito tributário pelo Instituto Brasileiro de Estudos Tributários, com MBA em negociação e tributação internacional e palestrante. Sua atuação prática em mais de 15 anos de experiência fizeram de Cícero um dos maiores especialistas em precatórios e importação em Alagoas.
Descubra como reduzir seus custos na importação de forma 100% segura
Acesse agora nosso e-book e obtenha uma vantagem competitiva em meio aos seus concorrentes.
E-book grátis