fbpx

Exportação de máquinas agrícolas cresceu 22,8% entre janeiro e maio

Importação no segmento teve alta de 23,8% no período, de acordo com números divulgados pela Abimaq.
Entre para nossa lista e receba conteúdos exclusivos e com prioridade

Exportação de máquinas

A exportação de máquinas agrícolas cresceu 22,8% entre janeiro e maio de 2021, na comparação com o mesmo período no ano passado. A informação está em relatório divulgado nesta quarta-feira (30/6), pela Associação Brasileira da Indústria de Máquinas e Equipamentos (Abimaq).

Com o resultado, as vendas externas de máquinas e equipamentos agrícolas ficaram entre os melhores desempenhos da indústria nos cinco primeiros meses do ano, atrás apenas de logística e construção civil (+39,0%) e máquinas para bens de consumo (+29,0%). Apenas dois grupos setoriais registraram queda nas exportações: infraestrutura e indústria de base (-3,2%), e petróleo e energia renovável (-58,6%).

Exportação de máquinas agrícolas cresceu 22,8% entre janeiro e maio
Setor de máquinas e equipamentos segue tendência de recuperação e cresce 46,1% em maio (Foto: Divulgação)

Entre janeiro e maio, os principais destinos de exportação de máquinas foram países da América Latina (+41,9%). No período, A China também registrou aumento nas aquisições de máquinas e equipamentos brasileiros (+249%). As vendas para os países da zona do euro registraram crescimento de 7,5%. Por outro lado, as exportações para os EUA recuaram 5,4% em relação ao mesmo período do ano passado.

Importação

As importações de máquinas e equipamentos para a agricultura também cresceram nos cinco primeiros meses do ano: 23,8% em comparação com o mesmo período no ano passado, de acordo com a Abimaq.

Ministro do STF suspende alíquota zero para importação de armas
[Publicidade]

No total da indústria de máquinas e equipamentos, maio registrou importação de US$ 1,8 bilhão ante US$ 1,1 bilhão em maio de 2020. Depois de cair 18,2% de março para abril, as importações registraram aumento de 19,2% de abril para maio, anulando a queda observada anteriormente. De acordo com a ABIMAQ, o resultado era esperado, em razão do processo de recuperação das atividades em diversos setores da indústria de transformação.

Apenas o setor de infraestrutura e indústria de base se manteve com os investimentos em bens importados em queda (-52,1%). Todos os demais setores registraram incremento das importações de máquinas entre janeiro e maio, com destaque para o setor de bens de consumo, que registrou crescimento de 35,6% e de logística e construção civil, com aumento de 31,5%.

Em 2021, as importações oriundas da China cresceram 48,5% e o país asiático retomou a posição de líder com 25,2% das compras totais de máquinas pelo Brasil. No mesmo período, as compras vindas dos EUA recuaram 38,7%, levando o país a ocupar a segunda posição, com 17,9%. As importações da Alemanha recuaram 8,0%.

Descubra como reduzir seus custos na importação de forma 100% segura
Acesse agora nosso e-book e obtenha uma vantagem competitiva em meio aos seus concorrentes.
E-book grátis

Receita e empregos

No total, o setor de máquinas e equipamentos registrou crescimento na receita líquida de vendas de 0,7% comparação de maio com abril deste ano. Já em relação a maio de 2020, o crescimento foi de 46,1%, movimento justificado pela base baixa de comparação interanual, por conta dos impactos da Covid-19, além da continuidade do processo de recuperação iniciado no segundo semestre de 2020. A receita líquida da indústria cresceu 1% no mercado doméstico, e 7,3% no mercado externo. Entre janeiro e maio, a aquisição de máquinas nacionais cresceu 54%.

Ainda de acordo com a Abimaq, maio de 2021 registrou o 11º crescimento consecutivo no número de pessoas empregadas no setor. A indústria de máquinas e equipamentos encerrou o mês com pouco mais de 354 mil pessoas empregadas diretamente. Em relação ao mesmo mês em 2020, foram criados 58 mil postos de trabalho no setor nacional. Entre os setores representados pela a ABIMAQ, o único a registrar encolhimento no quadro de pessoas foi o de máquinas para infraestrutura e indústria de base.

 

Fonte: Globo Rural

WhatsApp
Facebook
Twitter
LinkedIn

LEIA TAMBÉM:

Importação de Fertilizantes sobe 81%
Importação de Fertilizantes Sobe 81% em Abril

Associação alega que foram compras de importação de fertilizantes feitas antes do conflito na Ucrânia. O Brasil importou em abril 3,24 milhões de toneladas de fertilizantes, o que representa um aumento de 81,5% sobre o volume registrado no mesmo mês de 2021.

Leia mais »
Fale com um de nossos consultores

Descubra como possuimos uma solução completa para a Gestão Tributária da sua empresa!

Sobre Cícero Costa
Cícero Costa é advogado tributarista, professor de direito tributário, especialista em direito tributário pelo Instituto Brasileiro de Estudos Tributários, com MBA em negociação e tributação internacional e palestrante. Sua atuação prática em mais de 15 anos de experiência fizeram de Cícero um dos maiores especialistas em precatórios e importação em Alagoas.
Descubra como reduzir seus custos na importação de forma 100% segura
Acesse agora nosso e-book e obtenha uma vantagem competitiva em meio aos seus concorrentes.
E-book grátis