fbpx

Em meio a queda nas importações e exportações, balança tem US$ 6,1 bi de superávit em setembro

Valor é o maior para meses de setembro desde o início da série histórica, em 1989. Apesar do resultado, no acumulado do ano exportações têm queda de 7% e, importações, de 14%.
Entre para nossa lista e receba conteúdos exclusivos e com prioridade

Via Instagram: @xpoents
 

A balança comercial registrou superávit de US$ 6,164 bilhões em setembro, informou o Ministério da Economia nesta quinta-feira (1º).

Apesar do resultado positivo, as importações e as exportações vêm caindo no Brasil. De janeiro a setembro as exportações somaram US$ 156,780 bilhões, queda de 7% na média diária em relação ao mesmo período de 2019. As importações somaram US$ 114,336 bilhões, uma redução de 14%.

Descubra como reduzir seus custos na importação de forma 100% segura
Acesse agora nosso e-book e obtenha uma vantagem competitiva em meio aos seus concorrentes.
E-book grátis

O saldo comercial (diferença entre exportações e importações) é o maior para meses de setembro desde o início da série histórica, que teve início em 1989. Em relação a setembro de 2019, quando o país registrou superávit de US$ 3,803 bilhões, o aumento foi de 62,1%.

O superávit é registrado quando as exportações superam as importações. Quando ocorre o contrário, é registrado déficit comercial.

No acumulado do ano. o governo informou que a balança tem saldo positivo de US$ 42,445 bilhões, valor 18% maior do que o registrado no mesmo período de 2019.

Na média por dia útil, as exportações caíram 9,1% e as importações tiveram queda de 25,5% no mês passado. A corrente de comércio, que engloba os valores importados e exportados e é considerada um importante termômetro da atividade econômica, teve queda de 16,4% em relação a setembro do ano passado.

EXPORTAÇÕES E IMPORTAÇÕES

Segundo dados do Ministério da Economia o valor total das exportações em setembro foi de US$ 18,459 bilhões. As importações somaram US$ 12,296 bilhões.

Em setembro, o setor agropecuário teve uma alta de 3,2% nas exportações, levando em consideração a média diária. As vendas da indústria extrativa cresceram 9,2%. Já as exportações da indústria de transformação caíram 18,7%.

Nas importações, houve queda em todos os setores:

  • Indústria extrativa: – 50%
  • Indústria de transformação: – 24,8%
  • Agropecuária: – 2,8%
 
PREVISÕES

Para o ano de 2020, o Ministério da Economia espera que o saldo comercial registre um superávit de US$ 55 bilhões, 14,4% maior que o de 2019.

Por outro lado, a corrente de comércio deve cair 9% e ficar em US$ 366,3 bilhões. A previsão é que as importações somem US$ 155,7 bilhões – queda de 12,2% – e as exportações somem US$ 210,7 bilhões, uma queda de 6,5%.

 

IMPORTAÇÃO DE ARROZ

Segundo o Ministério da Economia, em setembro houve uma alta de 91,13% na quantidade de arroz importado. Foram 125 mil toneladas de arroz com e sem casca. Já em setembro de 2019, foram importadas 65,4 mil toneladas.

O subsecretário de Inteligência e Estatísticas de Comércio Exterior, Herlon Brandão, afirmou, no entanto, que essa alta não teve grande influência da decisão do governo de zerar a tarifa de importação de arroz para países de fora do Mercosul, até uma cota de 400 mil toneladas.

A redução vale desde 9 de setembro e foi adotada em meio à disparada do preço do arroz na país.

Brandão destacou que quase toda a alta se deve à compra de arroz do Paraguai, país que não sofre a incidência do imposto de importação porque integra o Mercosul.

“Ainda não observamos a operação de importação em volumes significativos decorrentes da cota [redução a zero da tarifa]”, disse.

 

Fonte: G1

5/5
Importação de Fertilizantes sobe 81%

Importação de Fertilizantes Sobe 81% em Abril

Associação alega que foram compras de importação de fertilizantes feitas antes do conflito na Ucrânia. O Brasil importou em abril 3,24 milhões de toneladas de fertilizantes, o que representa um aumento de 81,5% sobre o volume registrado no mesmo mês de 2021.

Leia Mais »
WhatsApp
Facebook
Twitter
LinkedIn

LEIA TAMBÉM:

Importação de Fertilizantes sobe 81%
Importação de Fertilizantes Sobe 81% em Abril

Associação alega que foram compras de importação de fertilizantes feitas antes do conflito na Ucrânia. O Brasil importou em abril 3,24 milhões de toneladas de fertilizantes, o que representa um aumento de 81,5% sobre o volume registrado no mesmo mês de 2021.

Leia mais »
Fale com um de nossos consultores

Descubra como possuimos uma solução completa para a Gestão Tributária da sua empresa!

Sobre Cícero Costa
Cícero Costa é advogado tributarista, professor de direito tributário, especialista em direito tributário pelo Instituto Brasileiro de Estudos Tributários, com MBA em negociação e tributação internacional e palestrante. Sua atuação prática em mais de 15 anos de experiência fizeram de Cícero um dos maiores especialistas em precatórios e importação em Alagoas.
Descubra como reduzir seus custos na importação de forma 100% segura
Acesse agora nosso e-book e obtenha uma vantagem competitiva em meio aos seus concorrentes.
E-book grátis