fbpx

CNI defende renovação dos regimes de importação do Mercosul até fim do ano

A CNI divulgou posicionamento pela renovação dos regimes de importação do Mercosul que têm vigência até o fim deste ano.
Entre para nossa lista e receba conteúdos exclusivos e com prioridade

A Confederação Nacional da Indústria (CNI) divulgou posicionamento pela renovação dos regimes de importação do Mercosul que têm vigência até o fim deste ano. O Conselho de Mercado Comum do bloco se reúne nos dias 16 e 17 deste mês.

“A continuidade de Ex-tarifário (para máquinas e equipamentos) e da Lista de Exceções à Tarifa Externa Comum (Letec) é crucial para o planejamento de investimentos pelas empresas e deve ser prioridade na cúpula presidencial do Mercosul”, defende a CNI.

Atualmente, o Ex-Tarifário abarca 16.300 tipos de máquinas e 1.800 bens de informática e tecnologia da informação, enquanto a Letec abrange outros 100 produtos.

“Outras prioridades da indústria nacional são a internalização dos acordos de compras governamentais do Mercosul e de facilitação de comércio do bloco, além do Acordo de Livre-Comércio Mercosul-União Europeia, no nível extrarregional. A indústria quer um Mercosul mais competitivo, integrado entre si e aberto ao mundo”, completa a CNI.

 

WhatsApp
Facebook
Twitter
LinkedIn

LEIA TAMBÉM:

Fale com um de nossos consultores

Descubra como possuimos uma solução completa para a Gestão Tributária da sua empresa!

Sobre Cícero Costa
Cícero Costa é advogado tributarista, professor de direito tributário, especialista em direito tributário pelo Instituto Brasileiro de Estudos Tributários, com MBA em negociação e tributação internacional e palestrante. Sua atuação prática em mais de 15 anos de experiência fizeram de Cícero um dos maiores especialistas em precatórios e importação em Alagoas.
Descubra como reduzir seus custos na importação de forma 100% segura
Acesse agora nosso e-book e obtenha uma vantagem competitiva em meio aos seus concorrentes.
E-book grátis