fbpx

Portos do Mercosul: Descubra os Principais Portos desse Bloco

Conheça os Portos com maior atividade no comércio Exterior dos Países do Mercosul
Entre para nossa lista e receba conteúdos exclusivos e com prioridade

Sumário

O Comércio Exterior essencialmente necessita dos transportes para ocorrer, nesse sentido, destacam-se os modais rodoviário, aéreo e marítimo. Sendo que a modalidade mais utilizada é a marítima e isso acontece devido a grande quantidade de portos nos países, que facilitam as transações do Comércio Exterior.

Nesse sentido, os países que estão crescendo ou buscando esse crescimento voltam-se para desenvolver a estrutura portuária, para incentivar esse fluxo comercial. Esse cenário é exatamente o que está sendo desenvolvido pelos países do Mercosul, bloco econômico que reúne países da América do Sul.

Esse bloco tem grande relevância no comércio exterior, formado principalmente por países exportadores de commodities e importadores de bens para a produção. 

Com o acordo entre os países, adotando uma taxa inferior para negociações internas, isso aumentou a necessidade de estruturas portuárias. Desse modo, uma boa estrutura, possibilitando uma logística de transporte mais simples.

Esse cenário proporciona vantagens para as empresas que trabalham com a importação. Ainda assim, é preciso que as empresas tenham um certo conhecimento a respeito dos portos para escolher o melhor para receber a mercadoria adequadamente.

Sendo assim, neste artigo iremos falar mais sobre a estrutura portuária e destacamos os principais portos do Mercosul.

Estrutura Portuária

Muito embora a navegação marítima tenha se mostrado, historicamente, um dos primeiros responsáveis pelo comércio exterior entre os países, visto que a navegação facilitou o fluxo comercial entre países distantes, sendo até essa fase chamada de primeira globalização.

De outra forma, muitos países e cidades deram mais atenção a desenvolver outras formas de transporte que facilitasse a distribuição interna, a exemplo dos modais terrestres, ferroviário e rodoviário. Mesmo hoje, a maior parte das cargas que são transportadas são por meio dos transportes marítimos.

Por isso, esse crescimento e expansão do número e melhoria das estruturas portuárias do Brasil é bem interessante para as empresas que trabalham no comércio exterior. 

No caso das empresas nacionais que atuam na importação de produtos, isso significa uma redução de custos com a mercadoria. Justo porque sem portos próximos ou com uma estrutura precária, o transporte da mercadoria até a empresa destinatária final pode ser turbulento.

Com portos próximos da empresa e com uma boa estrutura, a mercadoria chega com uma menor burocracia e não é necessário um custo extra com o frete para o deslocamento até o destino final. 

Além disso, a importação pode ser realizada em um menor tempo e com segurança, tendo em vista que uma melhor estrutura oferece também o melhor manuseio da mercadoria.

Mercosul

Diante do cenário de globalização e a maior competitividade produtiva entre os países, ocorreu uma união para garantir mercado consumidor e aumentar esse potencial competitivo. 

Dessa maneira, foram formados os blocos econômicos, que são acordos entre países para proteger a economia e redução de custos.

Nesse sentido, um desses blocos é o Mercosul (Mercado Comum do Sul que é composto por dez países da América do Sul, destes somente  são membros (Brasil, Argentina, Paraguai, Uruguai e Venezuela). 

Essa união desses países tem a finalidade de reduzir as barreiras tarifárias, assim, os países do Mercosul firmam acordos para reduzir imposto para países que estão no bloco, influenciando especificamente no comércio exterior entre os países do bloco. 

A integração entre eles estabelece acordos de circulação de mercadorias e, ainda, em decorrência do acordo, é possível ter a livre circulação de pessoas. De outra maneira, também criaram uma taxa, a TEC (Taxa Externa Comum), que é uma medida protetiva que aumenta a taxa de importação para os países externos ao bloco.

O bloco já possui destaque na economia mundial, com uma estrutura portuária bem desenvolvida, tende a caminhar para um nível maior de participação no comércio exterior e aumento do volume das importações.

De forma interna, os principais produtos comercializados entre o Brasil e esse países, no ano de 2021, no sentido da importação são: energia elétrica (17%); veículos automóveis.

Posto isto, sabendo a participação do bloco no comércio, apresentaremos os principais portos, assim será possível conhecer e escolher o melhor porto para realizar as importações.

Principais Portos do Mercosul

Outra característica dos países do Mercosul é o grande acesso a canais marítimos, tanto oceanos, como rios e lagos, de forma que isso facilita o comércio marítimo.

Assim sendo, exporemos os principais portos. 

Porto de Santos

É o principal porto brasileiro, localizado na cidade de Santos, em São Paulo. Movimenta mais de um quarto das cargas totais que saem e entram no país, também possui o maior complexo portuário da América Latina.

Dessa maneira, não é considerado tão somente o porto de maior movimentação do país, já que foi também considerado o porto que realiza maior movimentação na América Latina e o segundo em movimentação de contêineres.

Os principais produtos movimentados no porto são os grãos sólidos, como soja e milho; cargas gerais, a exemplo de contêiner e carros; e, granéis sólidos, como, óleo vegetal e petroquímicos.

No relatório do próprio porto,  mostra que a movimentação de cargas atingiu o valor de 147 milhões de toneladas, o que representou uma alta de 0,3% sobre 2020. O valor dos contêineres somaram 4,8 milhões de TEU, crescimento de 14,2%.

Porto de Buenos Aires

É o principal porto da Argentina, os produtos mais movimentados desse porto são contêineres, combustíveis, grãos e veículos. 

Esse porto é resultado de um grande projeto do comerciante Eduardo Madero, que decidiu organizar a estrutura portuária de Buenos Aires que oferecia extremas dificuldades para a navegação devido às condições naturais adversas, sendo apelidada de “inferno dos navegantes” no final do século XIX.

Após as modificações, o porto tornou-se um dos pontos turísticos e de negócios mais importantes, assim, desenvolveu-se uma grande estrutura no entorno do porto.

Estima-se que  o porto é responsável por movimentar aproximadamente 8.710.000 toneladas anuais de carga.

Porto de Assunção

O maior porto do Paraguai fica localizado na cidade de Assunção. É um porte classificado como de porte médio, registra 5,7 m de calado máximo e 5374 toneladas de peso máximo, conforme informações da Marine Traffic.

 As embarcações registradas neste porto são principalmente: Embarcações de Passeio (21%), Carga (17%), Petroleiro (14%), Outros (10%), Carga Geral (10%). 

Porto de Montevidéu

O porto de Montevidéu é o principal porto do Uruguai, que fica localizado na margem do Rio da Prata, possui uma das principais rotas de movimentação de carga do Mercosul. Por ser um porto natural, tem capacidade para receber muitos navios de grande calado (medida referente à parte submersa do navio que é calculado pela distância vertical entre a parte inferior da quilha e a linha de flutuação).

Conforme informações da página do porto, “o porto tem caráter de “porto livre”, já que a legislação uruguaia permite que as cargas se movimentem sem restrições da alfândega e sem limite de tempo para o guardador de mercadorias”. O regime de Porto Livre é o primeiro e único do bloco com um regime logístico atraente e competitivo para o transporte de mercadorias.

Sobre a estrutura, a página afirma que:

A zona portuária tem uma superfície total de 70 hectares, as Ramblas têm uma superfície de 48.700 metros quadrados e a zona de operação nos cais, é de 33.500 metros quadrados. Os cais públicos contam com uma profundeza de 10.5 metros e um calado de 10 metros, com um atraque total de 1.650 metros e operam 21 gruas.

Porto de Guaíra

É o principal porto da Venezuela em relação à movimentação de cargas, além disso é fundamental pois está localizado em uma região estratégica próxima a cidade de Caracas e ao Aeroporto Internacional Simón Bolívar.

Este porto possui  26 docas, 4 delas para uso de navios de passageiros.

Porto de San Antonio

O Porto de San Antonio fica localizado no Chile, na região de Valparaíso. É um porto multiuso, com a movimentação principalmente de granéis sólidos e líquidos, contêineres e carga geral.

Os dados oficiais do porto mostram o volume de movimentação de granéis sólido: 

Em janeiro de 2021 registrou o número de 1.928.817 toneladas de cargas transferidas. Ainda, é classificado no ranking do CEPAL como um dos dez mais importantes portos de contêineres da América Latina e do Caribe.

Porto de El Callao

É o principal porto do Peru, fica localizado na costa central, na cidade de Callao. Tem destaque na capacidade de armazenamento e no tráfego de cargas e está listado como um dos principais portos da América Latina e Caribe pela CEPAL.

Recebe navios de contêineres completos, graneleiros, companhias petrolíferas, carga geral e de passageiros. 

Em mudança recente no porto, “o projeto do Terminal Norte Multiuso do Porto de Callao contemplou a modernização de cinco docas diretas, tipo quebra-mar, especializadas em contêineres, a granel e multiuso”.

Sendo assim, neste artigo apresentamos as principais zonas portuárias do Mercosul, destacando a importância no comércio exterior. Devido a maior integração do bloco e o aumento de volume de cargas transportado, no futuro, essas estruturas tendem a ser modernizadas.

Para entender mais sobre portos, leia nosso artigo: Tipos de Portos: Conheça e saiba suas Características (xpoents.com.br)

Restou alguma dúvida?

WhatsApp
Facebook
Twitter
LinkedIn

LEIA TAMBÉM:

Fale com um de nossos consultores

Descubra como possuimos uma solução completa para a Gestão Tributária da sua empresa!

Sobre Cícero Costa
Cícero Costa é advogado tributarista, professor de direito tributário, especialista em direito tributário pelo Instituto Brasileiro de Estudos Tributários, com MBA em negociação e tributação internacional e palestrante. Sua atuação prática em mais de 15 anos de experiência fizeram de Cícero um dos maiores especialistas em precatórios e importação em Alagoas.
Descubra como reduzir seus custos na importação de forma 100% segura
Acesse agora nosso e-book e obtenha uma vantagem competitiva em meio aos seus concorrentes.
E-book grátis